top of page
Vista aérea do rio

Blog

Recife ganha novo trecho do Parque Capibaribe, com apoio do projeto CITInova do MCTI

Novo espaço de lazer e convivência, Cais da Vila homenageia a comunidade Vila Vintém


A ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, e o prefeito do Recife, João Campos, participaram no sábado (27) da inauguração do Cais da Vila, novo trecho do Parque Capibaribe, na Zona Norte da cidade. O local, que contou com um investimento de R$ 3,5 milhões, possui mais de 6 mil metros quadrados de área para lazer e convivência em conexão com a natureza.


O Cais da Vila - cujo nome homenageia a comunidade Vila Vintém - reúne mobiliários, áreas de contemplação e convivência, arquibancada em três níveis com estrutura de anfiteatro para usos diversos, além de um píer flutuante que avança sobre o rio e que torna o lugar um novo ponto para passeios de barco.


"As cidades concentram 80% da população, e a qualidade de vida está diretamente relacionada à elevação do padrão de urbanização. Com esse projeto, podemos garantir que a população do Recife se aproprie desse bem, que são as margens do rio, dando mais qualidade à vida da nossa gente. Experiências como essas mostram que a ciência, a tecnologia e a inovação precisam ser usadas a serviço do bem-estar”, pontuou a ministra Luciana Santos.


A obra do Cais da Vila é uma iniciativa do Projeto CITinova, cooperação internacional realizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) para a promoção de sustentabilidade nas cidades brasileiras por meio de tecnologias inovadoras e planejamento urbano integrado. Com financiamento do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, na sigla em inglês), o CITinova é implementado nacionalmente pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e executado na cidade do Recife pela ARIES, em parceria com o Núcleo de Gestão do Porto Digital e a Prefeitura da Cidade do Recife.


A urbanização configura-se como mais um trecho do Projeto Parque Capibaribe, somando-se ao Jardim do Baobá, Praça Otávio de Freitas, Parque das Graças, e o Cais do Caiara, urbanização recém-entregue no Parque do Caiara (Iputinga).


De acordo com o prefeito João Campos, é importante para a cidade trazer as pessoas para perto dos rios. "Todo mundo entende que o rio é importante, mas só vamos cuidar dele quando convivermos com ele. Ninguém cuida daquilo com que não convive. O Parque Capibaribe possibilita esse encontro. Por isso, é muito relevante essa entrega", afirmou.


Segundo Mariana Pontes, Diretora de Projetos da ARIES e gestora do Projeto CITinova no Recife, a população é parte fundamental do equipamento. "A premissa é participação popular. A gente inova trazendo a população para perto do projeto, para que os moradores da localidade se sintam realmente parte dele, porque são eles que vão ajudar na preservação do espaço.”


O Cais da Vila se soma a outras duas iniciativas do CITinova no Recife - o Cais do Caiara e os Jardins Filtrantes -, contribuindo para o desenvolvimento do Recife na direção do conceito de Cidade Parque. Por se tratarem de projetos-piloto, têm potencial de serem replicados em outras cidades do Brasil.


"Dentro desse projeto, a ideia é promover o planejamento integrado, pilotos de tecnologias inovadoras, usando ciência e educação para avançar no desenvolvimento de cidades sustentáveis", ressaltou Asher Lessels, representante do Pnuma na solenidade.


Do Cais da Vila, os participantes do evento seguiram, de catamarã, até o Cais do Caiara, onde a ministra Luciana Santos visitou os Jardins Filtrantes, tecnologia sustentável e de fácil manutenção que vem contribuindo com o processo de despoluição do Riacho do Cavouco, no Recife.

OCCA

Durante sua passagem por Pernambuco, Luciana também esteve na sede da iniciativa Olinda Creative Comunity Action - OCCA, na cidade de Olinda. Trata-se de uma associação sem fins lucrativos de pessoas físicas e jurídicas que desenvolvem novos modelos de educação empreendedora aderente ao mercado de trabalho do século XXI, formulação de negócios disruptivos, ambientes de inovação e atividades associadas à Economia Criativa que tenham inovação como eixo. Na ocasião, a ministra conheceu projetos nas áreas de cidades inteligentes e desenvolvimento de games.

81 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page