top of page
Vista aérea do rio

Blog

Dia Internacional das Mulheres na Engenharia e a participação feminina na FEB

O Dia Internacional das Mulheres na Engenharia, comemorado nesta quinta-feira (23), foi criado no ano de 2014 pela organização britânica Women’s Engineering Society. A data tem como objetivo fortalecer o espaço que as engenheiras vêm ganhando na profissão, antes majoritariamente ocupada por homens.





Segundo o Censo da Educação Superior de 2016, há mais de 290 mil mulheres fazendo graduação em engenharia no Brasil, número que corresponde a cerca de 28% dos estudantes que optam por esse curso superior no país.

Entre o corpo discente da Faculdade de Engenharia de Bauru (FEB-UNESP), as estatísticas são semelhantes.


Na graduação, aproximadamente 22% dos estudantes são mulheres; já na pós-graduação, a proporção é maior: cerca de 34,5% dos alunos se identificam com o gênero feminino.


No entanto, nem sempre foi assim. Segundo a Profa. Dra. Rosane Aparecida Gomes Battistelle, egressa da turma de 1988 e docente da FEB desde então, a presença feminina nas salas de aula dos cursos de engenharia vem subindo ao longo dos anos. “Sempre tivemos poucas alunas, depois foi aumentando gradativamente”, diz Rosane, que foi a primeira mulher a ser contratada como professora na FEB.


Já como docente, Rosane teve a oportunidade de coordenar algumas atividades devido à “afinidade da mulher”, como ela descreve. Iniciativas como a Campanha do Agasalho na FEB e o projeto Venha nos Conhecer, que trazia alunos da rede pública estadual para visitarem a universidade, foram liderados por ela.


Atualmente, entidades estudantis como o IEEE WiE (Women in Engineering) buscam promover a igualdade de gênero dentro das ciências exatas. O núcleo bauruense do projeto foi criado por estudantes de engenharia elétrica em 2017 e, desde então, vem produzindo eventos de integração feminina nas áreas de STEM (Science, Technology, Engineering and Mathematics).


“Durante esses cinco anos, o WiE vem desenvolvendo capacitações; eventos como rodas de conversa, onde podemos encontrar acolhimento, representatividade e inspiração; projetos para desenvolver a capacidade técnica de nossos membros e levando a ciência de forma mais divertida para alunes da educação básica de Bauru”, diz Giovanna Garbelotti, vice-presidente do WiE do câmpus da UNESP de Bauru.

Visando apresentar melhor a importância da diversidade na indústria, o WiE promove uma palestra com Thaís Costa, Especialista em Recrutamento e Seleção da Ambev, na noite desta quarta-feira (22). As inscrições se encerram às 18h de hoje.


A Faculdade de Engenharia de Bauru reconhece a importância e relevância das mulheres na engenharia e, por isso, busca proporcionar um ambiente cada vez mais justo e igualitário.


Fonte: UNESP

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page