top of page
Vista aérea do rio

Blog

Prêmio ANA prorroga prazo para divulgação de projetos finalistas

A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) prorrogou o prazo para divulgação das iniciativas finalistas do Prêmio ANA 2023. O anúncio, inicialmente previsto para esta quinta-feira, 19 de outubro, será realizado a partir de 6 de novembro, uma segunda-feira. A publicação da lista das três iniciativas finalistas em cada uma das dez categorias será realizada no site da ANA.

O Prêmio ANA 2023 recebeu 618 inscrições de todos os estados e do Distrito Federal. Em sua 8ª edição, a premiação tem o objetivo de reconhecer o mérito de iniciativas que se destaquem pela excelência de sua contribuição para a promoção da segurança hídrica, da gestão e do uso sustentável dos recursos hídricos, e para soluções voltadas à melhoria e ampliação dos serviços públicos de saneamento básico, visando ao desenvolvimento sustentável do Brasil.


A Comissão Julgadora, responsável por selecionar as iniciativas finalistas e a vencedora de cada categoria, é composta por dez membros externos à ANA e com notório saber nas áreas abrangidas pelas categorias da premiação.


O diretor da ANA Filipe Sampaio preside o grupo, mas sem direito a voto. Os(as) demais integrantes são: a promotora de justiça do Estado de Goiás e membro auxiliar da Comissão do Meio Ambiente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Tarcila Gomes, que atua como jurada da categoria Governo; o chefe de gabinete da Diretoria de Administração do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Sérgio Carazza, jurado da categoria Empresas de Micro ou de Pequeno Porte; a gerente do Departamento de Desenvolvimento Sustentável da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Anícia Pio, jurada da categoria Empresas de Médio e de Grande Porte.


Também compõem o grupo de jurados o diretor executivo da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), Carlos Lazary Teixeira, para a categoria Organizações Civis; a coordenadora geral de Educação Ambiental para a Diversidade e Sustentabilidade do Ministério da Educação, Rita Silvana, na categoria Educação – Ensino Fundamental, Médio e Educação não Formal; o ex-diretor-presidente da ANA, Jerson Kelman, para a categoria Educação – Ensino Superior e Pesquisa. Já para a categoria Comunicação – Mídia Audiovisual, o jurado é o jornalista Matheus Leitão Netto; e para a categoria Comunicação – Mídia Impressa ou Sonora, fica a cargo da CEO do Grupo Metrópoles de Comunicação, Lilian Tahan.


Para completar a Comissão Julgadora, foram designados o presidente da Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas (REBOB), Lupércio Ziroldo, como jurado da categoria Organismos de Bacias; e a diretora do Centro de Regulação em Infraestrutura da Fundação Getúlio Vargas (CERI/FGV), Joísa Dutra, como jurada da categoria Entidades Reguladoras Infranacionais do Setor de Saneamento Básico.


Os critérios de avaliação dos trabalhos levarão em consideração os seguintes aspectos: efetividade, inovação, impactos social e ambiental, potencial de difusão, sustentabilidade, adesão social e aderência aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). Para as categorias de Comunicação, o critério de sustentabilidade não será aplicável.


Segundo o regulamento da premiação, os(as) vencedores(as) ganharão o Troféu Prêmio ANA e poderão utilizar em seus materiais de divulgação o Selo Prêmio ANA: Vencedor. Os(as) três finalistas de cada categoria terão o direito ao uso do Selo Prêmio ANA: Finalista, além de compor o Banco de Projetos do Prêmio ANA. As iniciativas que não forem finalistas ou vencedoras, mas que se destacaram por contribuir para os objetivos da premiação, também poderão compor o Banco de Projetos com base na avaliação da Comissão Organizadora.


O Prêmio ANA


Realizado há 17 anos pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, o Prêmio ANA é a mais tradicional premiação do setor de águas do Brasil e já contabilizou mais de 2,9 mil trabalhos inscritos e premiou 48 projetos, de todas as regiões do Brasil, que se destacaram pela sua contribuição ao desenvolvimento do País a partir de boas práticas no cuidado de suas águas.


Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM) Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) (61) 2109-5129/5495/5103


FONTE: ANA


22 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page