top of page
Vista aérea do rio

Blog

Mapa lança XIX Campanha Anual de Promoção do Produto Orgânico

com o tema “Produto Orgânico - Amigo do Clima”

Aprodução orgânica é caracterizada por ser uma produção sustentável ao longo de toda a cadeia. E é com objetivo de reforçar os princípios da produção à população brasileira que o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) lançou nesta segunda-feira (29) a XIX Campanha Anual de Promoção do Produto Orgânico.


O Mapa realiza a campanha desde 2005, trazendo temas relacionados aos benefícios do produto orgânico para ser amplamente debatido, discutido e levado ao conhecimento do grande público. Desta vez, o tema escolhido para o ano de 2023 é "Produto Orgânico, Amigo do Clima”.


Segundo a Coordenação de Produção Orgânica (CPOR) da pasta, o objetivo é ressaltar os benefícios do alimento orgânico como instrumento de preservação do meio ambiente e opção resiliente frente às mudanças climáticas, em alinhamento a um dos principais compromissos firmados pelo governo federal junto à sociedade brasileira e internacional.


Para o secretário de Defesa Agropecuária, Carlos Goulart, essa é uma oportunidade anual de lembrar que não existe uma única agricultura para alimentar o mundo. “Não existe solução única para vencer o desafio da fome e da distribuição igualitária de alimentos. Trabalhamos também com agricultura orgânica, que é um modelo fantástico de agricultura”. O secretário lembrou dos pilares da construção da agricultura orgânica, que são a certificação, a rastreabilidade, a conformidade, além de outros pilares característicos de inclusão social por meio dessa agricultura.

Representando o ministro Carlos Fávaro no evento, o secretário-executivo do Mapa, Irajá Lacerda, ressaltou que a produção orgânica é uma demanda da sociedade brasileira.


Também participaram do evento o presidente da Câmara Temática de Agricultura Orgânica, Luiz Carlos Demattê Filho; a secretária-executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Fernanda Machiaveli; e o coordenador da Comissão Nacional de Produção Orgânica, Thiago Viana.


Campanha

Durante a Campanha Anual de Promoção do Produto Orgânico são desenvolvidas atividades de divulgação nos estados ao longo de todo o ano, assim como a integração com diversos eventos e outras campanhas relacionadas com a temática da produção orgânica, da qualidade de vida, da sustentabilidade, da agrobiodiversidade, entre outros.

“Queremos, com esse evento, chamar atenção dos consumidores para sua responsabilidade na escolha dos produtos que consomem e que fazem a mudança do processo produtivo, dando maior relevância para os produtos orgânicos e toda a sua contribuição pro clima. Então a campanha traz esse tema, exatamente para mostrar todos os benefícios sociais, econômicos e climáticos que ele traz para sociedade brasileira como um todo”, destacou a coordenadora de Produção Orgânica, Virgínia Mendes.


Virgínia ainda destaca o trabalho desenvolvido pelas Comissões da Produção Orgânica nas Unidades da Federação - CPOrg-UF que atuam e representam o setor nos estados, contribuindo para o controle da qualidade orgânica e para a formulação e implementação das políticas públicas.


Por meio da iniciativa, os consumidores podem entender sobre os mecanismos de controle que são utilizados no Brasil para a garantia da qualidade orgânica, de maneira que identifiquem esses produtos no mercado e como podem participar do processo de controle social. Sendo possível, assim, evitar as fraudes, que prejudicam tanto os produtores como os consumidores.


Certificação

Ao contrário do que muitos pensam, os produtos orgânicos não são apenas os vendidos nas feiras. Considera-se produto orgânico, seja ele in natura ou processado, aquele que é obtido em um sistema orgânico de produção agropecuária ou oriundo de processo extrativista sustentável e não prejudicial ao ecossistema local.

Para serem comercializados, os produtos orgânicos deverão ser certificados por organismos credenciados no Ministério da Agricultura e Pecuária, sendo dispensados da certificação somente aqueles produzidos por agricultores familiares que fazem parte de organizações de controle social cadastradas no Mapa, que comercializam exclusivamente em venda direta aos consumidores.


Em dezembro de 2023, completará 20 anos da publicação do marco legal da Produção Orgânica no Brasil e os resultados encontrados no final de 2022 demonstram uma evolução. São 24.205 produtores orgânicos inscritos no Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos, Comissões de Produção Orgânica em funcionamento em 24 unidades da federação, que envolvem a participação de mais de 300 instituições, a realização de 19 campanhas anuais de promoção do produto orgânico realizadas, 12 instituições certificadoras, 31 Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade- OPAC e , 384 Organizações de Controle Social.


Programação completa da Semana dos Orgânicos:

Informações à Imprensa imprensa@agro.gov.br

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page