top of page
Vista aérea do rio

Blog

Governança da água no Brasil é tema de evento que o Consórcio PCJ participa na ONU sobre a água


O evento fez parte da programação da Conferência da ONU sobre a Água, que terminou na última sexta-feira (24) e deixou como lição a necessidade de mudanças urgentes na política e na gestão dos recursos hídricos para acabar com a crise global da água.

O último dia da Conferência da ONU sobre a Água, que aconteceu entre 22 e 24 de março, contou com um painel de fechamento, no qual houve um profundo alerta a respeito da necessidade de mudanças urgentes com relação à água, além de eventos paralelos, entre os quais o “Repensando a governança da Água no Brasil: com foco nas mudanças climáticas e água para a cooperação” organizado pelo Pacto Global da ONU no Brasil, que o Consórcio PCJ participou com a equipe representada por Mário Botion, presidente da entidade, Andrea Borges, gerente técnica e Murilo Sant’ Anna, gerente de comunicação e sensibilização.

No fechamento da Conferência, líderes globais discursaram deixando um alerta importante com relação à uma possível crise global de água, que pode acontecer caso os problemas envolvendo esse recurso não sejam tratados com financiamento, infraestrutura e mudanças políticas urgentes.

Os palestrantes também falaram sobre a necessidade do financiamento para as nações em desenvolvimento que pretendem adotar as práticas da Agenda de Ações pela Água, com o objetivo de melhorar os sistemas de água e o saneamento em seus países.

Foi enfatizado ainda, o risco de se ter mais mortes e sofrimentos, caso as mudanças não sejam realizadas com urgência. Em suas considerações finais, António Guterres, secretário geral das Nações Unidas, afirmou que a Conferência reforçou o fato de que a água é o bem comum mais precioso da humanidade, e que por esse motivo, conta com uma série de desafios globais.

“É fundamental que todos se comprometam com um futuro comum. Não é possível ter um desenvolvimento sustentável sem a água e por isso precisamos dar os próximos passos na jornada rumo a um futuro com água para todos. A hora de agir é agora”, disse Guterres.

Governança da água no Brasil

Além do encerramento da Conferência com as palestras dos líderes globais, aconteceu também no dia 24, o evento paralelo do Pacto Global da ONU no Brasil, chamado “Repensando a governança da Água no Brasil: com foco nas mudanças climáticas e água para a cooperação”, no qual a equipe do Consórcio PCJ participou.

Na ocasião, líderes empresariais, além de organizações e o setor público se reuniram para falar a respeito de alavancar projetos de gestão eficiente do uso da água, resiliência hídrica e acesso à infraestrutura de saneamento no nosso país.

Rodrigo Brito, Head de Sustentabilidade da Coca-Cola Brasil e Cone Sul, apresentou as ações da Coca-Cola Brasil voltadas ao meio ambiente, entre elas, o Projeto Olhos da Serra, realizado em parceria com o Consórcio PCJ e que visa a preservação da Serra do Japi, em Jundiaí.

O projeto prevê diversas atividades de preservação, como a promoção de ações de saneamento rural na área da Serra do Japi, além da implantação de uma propriedade modelo com o tratamento de efluentes, gestão de resíduos e outras atividades em prol do cuidado com a água e com as áreas de preservação que existem na Serra.

Brito ainda atentou à necessidade de trabalhar a circularidade da água. “Não faz sentido retirarmos 3 bilhões de litros de água do Nordeste e repor eles na Amazônia, que é um dos maiores mananciais do mundo. É preciso trabalhar a circularidade das águas, ou seja, ter mais atores trabalhando na circulação dos recursos hídricos”, disse.

Compromissos do Consórcio PCJ com a água

Na sexta-feira (24), último dia da Conferência, o Consórcio PCJ também realizou uma ação muito importante para as Bacias PCJ, que foi o cadastramento na ONU dos seus compromissos pela gestão de recursos hídricos. Esses compromissos serão publicados na Organização das Nações Unidas, reforçando a importância e necessidade de trabalhar para que eles sejam cumpridos.

No documento produzido pelo Consórcio PCJ, estão descritas as ações que a entidade pretende promover com base nas “Metas de Sustentabilidade da Água”, que foram elencadas em 2015, quando a região Sudeste do Brasil passou por sua pior crise hídrica vivida na região. Assim, o Consórcio desenvolveu sua Agenda de Ação pela Água.

Os compromissos cadastrados pelo Consórcio PCJ estão divididos entre: Compromissos para Água e Saúde; Compromissos para a Proteção das Fontes de Água; Compromissos para Políticas Públicas voltadas para Recursos Hídricos Integrados; Compromissos para a Educação Ambiental com foco na Gestão das Águas e Compromissos para o Acesso Universal à Água.


Conferência da ONU sobre a Água

A Conferência da ONU sobre a Água, que terminou no último dia 24 de março, teve como um dos objetivos conscientizar os participantes de todo o mundo, a respeito da crise global da água, através do fomento a discussões e proposta para mudar o cenário dos recursos hídricos. Além disso, as discussões também propuseram a decisão de ações conjuntas para alcançar as metas internacionais sobre o assunto, incluindo os objetivos listados na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Alguns dos objetivos contidos nos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) dependem da água e do saneamento (ODS.6) para se cumprirem, e por isso a necessidade de alcançar as metas relacionadas a esse recurso. Desta forma, a Conferência sobre a Água carrega uma importância fundamental para todo o mundo, não apenas por conta dos recursos hídricos, mas também por todas as outras áreas que dependem da água para se desenvolverem.

Além das discussões e debates propostos pela Conferência da ONU sobre as Águas, este ano o evento realizou o lançamento da Agenda de Ação da Água, que diz respeito a compromissos voluntários de todos os níveis, como comunidades locais, governos e instituições que cuidam desses recursos. Essa agenda tem o propósito de auxiliar a mobilização de ações por parte de governos e setores da sociedade interessados em alcançar os objetivos referentes ao tema.

As palavras chave que ficaram com os três dias de evento foram: cooperação, ação e agora. Ou seja, é necessário que ações sejam realizadas com urgência, em cooperação entre sociedade civil, instituições públicas e privadas, em prol da água, para garantir um futuro sustentável e com água de qualidade e em quantidade para todas as pessoas.

3 visualizações

Kommentare